Steve Jobs – O que nos ensinou

Posted by

Quem me conhece, sabe que não sou o maior fã da Apple. No entanto, Steve Jobs foi um génio. Não preciso de ser fanático pela “maçã”, para reconhecer um génio como Steve Jobs. Este senhor, deixou um marco muito importante, não só no mundo das tecnologias, como em muitas outras vertentes e negócios.

Steve Jobs foi um empreendedor incrível, e deixou vários ensinamentos, diretos ou indiretos.

Inovar

Explorar novos mercados, criar tendências: aqui está Steve Jobs.
Na minha opinião, este homem impulsionou toda a tecnologia que hoje conhecemos. Não que tenha sido o génio por trás da transformação. A sua busca pela perfeição, pela base da simplicidade, fez com que a concorrência investisse cada vez mais, de forma a não ficar atrás da Apple.

O facto de querer estar sempre um passo a frente, fez da Apple o que ela é hoje: um sucesso!

Quem não sabe a história de Steve Jobs e a Apple, é um bom dia para a conhecer. Podem recorrer a filmes e livros. No entanto, para quem sabe, Jobs foi deposto do cargo pela direção da empresa, voltando anos mais tarde, quando a oportunidade surgiu. Nunca desistiu de lutar pelo negócio, outro ponto interessante, e talvez o mais importante.

Vendam sonhos, não apenas produtos

Quem está neste momento a ler este artigo, e que me conhece, certamente está a pensar o porquê de estar a escrever um artigo sobre este grande senhor. Exatamente por isso, é um grande senhor.
Hoje em dia, vivemos num mundo onde se vende por vender. Está a ser algo tão superficial, que parece que se compra quase por comprar, sem um propósito em concreto.

Steve Jobs não queria vender apenas um produto, mas uma fonte de desejos e sonhos. Vendendo um produto com essa “característica”, daria ao seu comprador, uma forma de alcançar o que mais sonhava. Tinha em sua posse, a sua principal ferramenta.

Ler mais  Destaques da E3 2017 #2

Esta lição de marketing viral, demonstra que partilhar este conceito, esta ideia que a marca criou, transmite um valor enorme, não pelo produto, mas pela sim pela marca, tornando a Apple uma grande marca.

Encontrem um “inimigo”

Talvez o termo “inimigo”, seja pesado demais. Mas encontrar uma marca, um “alvo” é sempre o primeiro passo da evolução.

Coca-Cola e Pepsi, que melhor exemplo, no entanto, olhando para a Apple e a tecnologia, eu diria que, a Samsung seria o alvo predilecto.

Sabem a velha guerra entre Android e IOS? Daquelas histórias que certamente não terá um fim. No entanto, esta rivalidade entre grandes marcas de Smartphones, leva-nos a uma grande evolução.
Tal como falei mais acima, se não existir competição, estagnamos. Tem de haver sempre alguém ou algo, que nos faça avançar, ser melhor, chegar lá. Ainda bem que ambas existem, e que lutam para estar sempre no topo do mercado, pois com isso, vai nascendo novas features, updates e desenvolvimento das marcas.

Conclusão

Falar sobre Steve Jobs e quanto o admiro, não é dizer que gosto de tudo na Apple. Este génio deve ser admirado, estudado, e levado em muita consideração. Tudo o que fez, hoje em dia, a Apple demonstra o trabalho de Steve Jobs.
Foi um grande empreendedor, e deixou-nos mensagens importantes. Nos livros de historia, o nome Steve Jobs, irá ficar gravado para sempre, pelo seu génio, pela sua mensagem, e pela sua simplicidade.

Comentários

comentarios