Que profissões irão os robots dominar

Posted by

Os robots começam a surgir no mercado, e cada vez mais. Existem neste momento robots para tudo, desde os que ajudam na cozinha, como os que ajudam noutras lidas da casa.
No entanto, o mudo muda a cada dia, e muitas serão as profissões que no futuro, colocaram os humanos de parte.
No artigo de hoje, irei mostrar algumas profissões que podem ser afetadas por esta tendência.

Podem mesmo as máquinas substituir-nos?

Um estudo realizado pela Universidade de Oxford, mostra que 70% dos trabalhos de construção e transporte, podem desaparecer nos próximos anos. Com a apresentação de carros autónomos, pode ser o principal motivo desse desaparecimento.

O que não passava de ficção, hoje começa a ser uma realidade. Apesar de existir muitas profissões que não prescindem da atividade humana, como por exemplo na área da tecnologia, tudo aponta para que muitas outras não tenham a mesma sorte.

As principais afetadas, serão certamente as que exigem menos nível criativo,  e que não necessitam de uma interação interpessoal tão ativa.

Profissões que irão manter humanos

Áreas com maior especialização, comunicação e poucos movimentos repetitivos, serão as menos afetadas. Tal como profissões que exigem um maior nível de comunicação e relações interpessoais.

  • Psicólogos;
  • Profissionais do Serviço Social;
  • Nutricionistas;
  • Médicos/ cirurgiões;
  • Especialistas em ergonomia;
  • Juízes.

Profissões de risco de substituir humanos

Não é novidade que já nos dias que correm, na maioria das fábricas que têm níveis de produção elevados, a ajuda das máquinas é quase imprescindível. Um exemplo que cada vez se começa a ver mais, é os “Bots” dos chats de grandes marcas, que começam a falar consigo como se fossem pessoas reais a frente de um monitor.

  • Agente financeiro;
  • Taxista;
  • Empregado de caixa de supermercado;
  • Vendedor de telemarketing;
  • Assistente jurídico;
  • Cozinheiro de fast-food.
Ler mais  Vamos conhecer o Android Oreo

O que fazer para não ser substituído?

A evolução tecnológica, mostra-nos que esta será certamente uma realidade.
Mas será assim tão difícil lutar contra isto?

Na minha opinião, sim! A verdade, é que o custo de manutenção de uma máquina, é bastante mais baixa que pagar um salário. A longo prazo, ou talvez nem tanto, uma máquina é mais compensatória que um humano, infelizmente.

Mas não são apenas as máquinas que evoluem, nós humanos também, e parte da solução passa por isso mesmo.

Uma boa solução passa por enriquecer as suas competências e aumentar o numero de áreas de atuação profissional. O mundo do trabalho não irá mudar totalmente, mas será alterado para novas tendências, como tem acontecido desde sempre, e nós continuamos aqui.

Comentários

comentarios