Como ser produtivo em trabalho remoto

Posted by

Vivemos tempos anómalos, que nos restringiram a muita coisa que estávamos habituados. As nossas rotinas foram alteradas, e muitos de nós, viram-se em casa, fechados com as famílias, e outros tantos, inclusos no trabalho remoto.

Trabalhar remotamente, para muitas pessoas, é algo agradável e produtivo. No entanto, tantas outras têm uma dificuldade em concentrar num ambiente mais caseiro. Num período normal, muitas pessoas podem optar por usar as bibliotecas ou coworkings.

O que é o trabalho remoto

O trabalho remoto, é como o nome indica, o trabalho a distância. Existem outras denominações para este evento, como teletrabalho ou Home Office. O trabalho remoto tem o objectivo, de que os funcionário de uma dada empresa, façam uso de ferramentas internas ou externas a mesma, de forma a desempenhar as suas funções, independentemente do local onde estão, seja em casa ou como as mencionadas acima, uma biblioteca ou coworking.

As empresas que mais fazem uso do trabalho remoto, são as empresas tecnológicas, pois normalmente, são as que menos têm a requisição presencial das suas equipas.

Trabalho remoto em Portugal

Apesar de uma crescente onde de oportunidades em Portugal neste sentido, falando mesmo de contractos para trabalho remoto, ainda existe muitas empresas presas “ao passado”.

Na realidade, em Portugal, são poucas as pequenas e médias empresas que dão essa possibilidade aos seus empregados, retirando algo que pode ser tão vantajoso para a empresa, como para a rentabilidade do funcionário.

Mas nem tudo é mau no meio da pandemia. No que diz respeito ao trabalho remoto, muitas empresas dizem ter dado um salto tecnológico de 10 anos, desde o inicio do estado de emergência.
Esta afirmação vai muito de encontro ao facto, de poucas empresas quererem, ou estarem, preparadas para trabalho remoto. Desta forma, passada a pandemia, é provável que muitas empresas revejam os gráficos de produtividade e adoptem esta nova forma de trabalhar.

Dicas para melhorar a produtividade remotamente

Como disse inicialmente, existem duas categorias de pessoas: as que adoram o trabalho remoto… e as que quase odeiam.
Dessa forma, e num momento em que a ansiedade, e por sua vez, a falta de foco, deixo algumas dicas para a produtividade aumente.

Rotina

Para nós que trabalhamos em escritório, que nos levantamos todos os dias a mesma hora, que temos a mesma rotina por meses seguidos, ver-mo-nos fechados dentro de casa, e ainda por cima a trabalhar, as coisas podem não ser fáceis.

Pessoalmente, gosto muito de trabalhar remoto. Por vários meses fiz isso, e foi das melhores experiências que tive, mas com uma diferença: podia sair de casa!

Manter uma rotina, ainda que dentro de quatro paredes, é muito importante. Acordar no mesmo horário, pode ser bom e mau ao mesmo tempo.
Neste caso, o horário deve ser ajustado a nova realidade. Imagine que ia ao ginásio todos os dias. Aquele tempo de leva na distancia até ao ginásio, já não é mais necessário. Dessa forma, mudar os horários para a sua nova rotina, pode ser benéfico. Fazer exercício em casa (mantendo como se fosse a ida matinal ao ginásio), fazer higiene pessoal, vestir como se fosse trabalhar, ou até mesmo, beber o café na sua varanda (se tiver uma) são coisas que podem substituir algo que fazia na antiga rotina.

Por isso, a importância de continuar com a antiga, ou modifica-la temporáriamente para uma nova, pode trazer uma vantagem muito boa na sua sanidade mental.

Criar espaço de trabalho

Ter um local de trabalho apropriado, é talvez das coisas mais importantes. Este ponto, é especialmente bom na parte final do dia, onde simplesmente fechamos a porta do escritório, e dizemos ao nosso cérebro que “por hoje acabou”.
Não só é importante ter este espaço dedicado, como é importante que nos possamos sentir nele da melhor forma possível, o mais idêntico (ou melhor) que o escritório da empresa.

É muito importante que esse espaço, tenha também muita luz natural. Deixo alguns pontos desta vantagem:

  1. Reduz o Stress;
  2. Melhora as funções cognitivas;
  3. Melhora o foco e a atenção (mais produtividade);
  4. Reduz a sonolência;
  5. Aumenta a felicidade;

Vejam o estudo aqui.

Bonus: Nem todos nós conseguem ter um local separado, entre trabalho e lazer, dentro do próprio apartamento ou casa. Por isso, deixo aqui a minha visão para este ponto.

Sendo que possivelmente, a zona de lazer, ou a zona onde dedicas algum tempo a ti próprio, acaba por ser o mesmo da de trabalho, é boa ideia que tenhas dois computadores, um para o trabalho, e outro para coisas mais pessoais. Desta forma, quase que como fechar a porta do escritório em casa, fechar a tampa do portátil, ou mesmo desliga-lo, pode ter o mesmo efeito.

Manter o contacto

O distanciamento social, pode provocar em muitas pessoas, uma certa ansiedade. Dessa forma, existem duas coisas a fazer, na categoria do pessoal e do profissional.

No nível profissional, manter o contacto com a equipa com que trabalhas é muito importante. Sendo que não estão a partilhar a mesma sala, que não vão almoçar ou beber café juntos, torna a relação mais fria e distante. Dessa forma, conversas pontuais sobre temas que não sejam trabalho, ou marcar uma hora para que toda a equipa possa estar em video chamada, a falar de temas não relacionados a trabalho, pode ser uma grande ajuda neste ponto.

A nível pessoal, e talvez o mais importante, falar com pessoas que estão no mesmo “barco” que nós, pode ser muito bom. Falem com antigos colegas, amigos e familiares, mantenham uma rotina sobre isto, fazendo video chamada, ou apenas um telefonema para por a conversa em dia.

Fazer Pausas

Quando trabalho pontualmente remoto, acabo sempre por fazer menos pausas. Seja a hora de almoço passada a frente do computador, ou mais uma ou duas horas pós laboral. Ao longo desse dia, as pausas são muito reduzidas, mas isto são casos pontuais.

No actual momento que vivemos, e especialmente para que tem crianças em casa, quebrar o ritmo é muito importante. Saia da frente o computador, tire um café e vá até a janela ou varanda apanhar um pouco de ar. Pode optar por passar a sua pausa a brincar com os seus filhos.

Um conselho, é que durante essas pausas evites levar o telemóvel contigo. É fácil perder todo o foco criado ao longo do dia, dando apenas um olho nas redes sociais. Aprecia o café, ou a companhia da família, mas isolado do mundo online.

Existem estudos que indicam, que a cada 25 minutos de trabalho, devemos pausar 5 minutos. No entanto, comigo, este tipo de abordagem não funciona. Sendo apenas uma ideia, acabo sempre por ajustar os tempos, ou dando uma pausa sempre que termino a tarefa em mãos.

Organização e Objectivos (Diários)

A parte mais importante para manter o foco, é saber onde mantê-lo. Organizar o dia é a melhor coisa que podemos fazer.

Focar a nossa energia em objectivos concretos ao longo do dia, canaliza a nossa energia em finaliza-los. Dessa forma, organizar o dia, seja mais cedo ou mesmo no dia anterior, é sempre o mais valia para o foco e concentração.

Pode por exemplo, usar a Matriz de Eisenhower, para melhor gerir o seu dia, tanto pessoalmente, como profissionalmente.

O que é Matriz de Eisenhower? Para quê serve? Como fazer?
Imagem de: siteware

Horário

Quando trabalhas no escritório, certamente tens um horário, correcto? Então porque quando trabalhas remoto, não tens?
Este é possivelmente, o pior erro que podes cometer.
Para casos pontuais, como os que já mencionei acima, tudo bem! Mas para momentos como este, em que na realidade, o escritório passou a ser a tua zona de lazer, acaba por deixar as coisas confusas a médio ou longo prazo. Por isso, é muito importante respeitar os horários, tal como as pausas e os locais.

Uma dica que adoptei recentemente, é que as minhas horas de almoço, são feitas na cozinha, e sempre a mesma hora. Assim, mantendo uma rotina. Senti realmente melhoras e até menos confusão naquilo que era a gestão do meu dia.

Sem notificações

Outra coisa muito importante, é manter as distrações longe.

No meu caso, trabalho na sala, e tenho aqui ao lado a televisão, consola e outras distracções. No entanto, a televisão não é ligada ao longo do dia, apenas quando o portátil do trabalho é desligado. O mesmo com a consola, e até mesmo o sofá. Sentar no sofá, vai dar uma sensação de relaxamento, baixando o estado de alerta, deixando-nos mais descontraídos.

Isto não é mau, é péssimo.

O mesmo acontece, com as notificações sociais. O Whatsapp, Facebook, entre outros, têm de se manter afastados. Desligar as notificações no portátil, e meter o telefone fora do alcance, pode ser algumas boas práticas para melhorar a nossa concentração e foco.

Desligar

Este último tópico, é extrema importância!

Quem nunca deu por si, sentado no sofá, ou a ler um livro (que também pode ser sentado no sofá), a pensar como resolver determinada tarefa do seu emprego?

Pois bem, vamos acabar com isso.

Viver com a ansiedade de ver tudo o que é noticias, de não aguentar estar mais fechado e querer rapidamente voltar a vida normal, já é pressão suficiente, quanto mais tendo o trabalho também a ajudar a ansiedade crescente!
É tão importante baixar a tampa do portátil, ou fechar a porta do escritório caseiro, como deixar por lá todos os pensamentos profissionais. Dediquem o tempo que agora têm, que é ganhos com as “não deslocações”, para estar com a família, ler um livro, jogar um jogo ou simplesmente ver uma série.

Em jeito de conclusão, espero que com este artigo, ajude algumas pessoas a melhorar a sua performance, estando a trabalhar em casa, durante este isolamento.

Mais importante que ser produtivo, é estar bem psicologicamente, e em segurança.

Até ao próximo artigo.

Comentários

comentarios

Deixa o teu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *