Como usar a VPN para poupar dinheiro

Posted by

Costumamos associar a VPN a nossa segurança. Isso não está errado. Maioritariamente, as VPN‘s são usadas para esse propósito, de forma a manter-nos o mais discretos possíveis na rede. No artigo “VPN: O que é?“, explico o que é, e em alguns cenários onde podemos usar uma VPN para nossa segurança.

Mas na realidade, a VPN pode fazer muito mais por nós. Poupar dinheiro é uma delas. Apresento agora alguns cenários onde esta tecnologia pode ajudar a nossa carteira.

Preços fixos

Quando compramos online, os sites normalmente registam o IP, usam cookies ou outro tipo de sistema. Muitos sistemas de monitorização não são permitidos, mas difícil de perceber a sua utilização.

Normalmente quando uma loja regista a quantidade de visitas de um utilizador, seja por que tecnologia for, a loja ajusta os preços. Preferencialmente estes valores tendem a subir, levando o utilizador a comprar casos esteja interessado.

Com o uso da VPN, podemos contornar esta situação, fazendo com que a loja nos apresente um valor mais baixo ou o valor base desse produto.

Cliente local ou estrangeiro

Quando viajamos para locais turísticos, somos apresentados a uma realidade diferente. Existem vários tipos de preço: para o local ou residente, para alguém que não pertence a região ou não é cliente habitual e outro para o estrangeiro. Sei do que falo, pois já passei pela experiencia de ser um local e não local no mesmo sitio.

Mais uma vez a VPN vem para nos ajudar. Quando compramos produtos em lojas estrangeiras, se usarmos uma VPN com IP local dessa loja, podemos ter uma surpresa nos preços. Muitas lojas estão preparadas para mudar preços por região, o que é fácil de contornar.

Bilhetes de avião

Este tópico é mais para quem viaja em companhias low-cost. Esta companhias normalmente apresentam preços variáveis. Esta variação dá-se normalmente consoante o numero de assentos ainda livres. Sempre que uma assento é reservados, o preço tem tendência a subir.

Mas neste caso é diferente. Com o registo do utilizador, pelas tecnologias acima indicadas, o site consegue subir o valor do bilhete a cada visita. Isto acontece não porque houve uma reserva nesse voo, subindo o valor. Acontece porque o site sabe que o visitante fez mais de uma visita e tenta manipular a quantidade de assentos disponíveis através do valor, forçando o utilizador a comprar o quanto antes, nem que seja mais do que o habitual.

Se está a planear uma viagem, e vai alugar um carro, tenha também atenção. Os sites de aluguer de viaturas, recorrem ao mesmo tipo de manipulação.

Alojamentos

A ideias dos alojamentos é semelhante à dos voos. Através do reconhecimento do utilizador através das visitas ao site de reservas, o hotel manipula o preço. Esta manipulação não se deve a quantidade de quartos disponíveis, mas sim a quantidade de visitas do mesmo utilizador ao site.

Subscrição de serviços

Muitos serviços por subscrição, como Netflix, Spotify, entre outros, podem apresentar campanhas e descontos através da origem dos utilizadores. Por exemplo, se a origem do seu acesso foi feita através dos Estados Unidos, pode-lhe ser apresentada uma promoção que não lhe é apresentada através de Portugal.

Para isso, basta ter a sua VPN configurada a usar um servidor do país que entender. De preferência um que tenha desconto.

Comentários

comentarios